18 de outubro de 2018 Comentários (0) Artigos & Dicas

COMO LIMPAR SUA BICICLETA

Sua bicicleta é um conjunto de partes móveis. Quando expostas à lama, poeira e detritos, essas partes começam a se deteriorar. Uma rotina de manutenção regular é fundamental para a conservação do seu equipamento. Se você passa muito tempo pedalando em ambientes húmidos e enlameados, ou você pedala com muita frequência, deve limpar sua bicicleta com frequência.

Manter os componentes moveis da bicicleta bem limpos e lubrificados é essencial para garantir uma boa performance mecânica. A lubrificação protege os rolamentos e acoplamentos mecânicos contra abrasão excessiva, causada por fricção, o travamento e ajuda a manter a ferrugem e corrosão em cheque.

Tenha cuidado, no entanto, já que lubrificação excessiva resulta em baixa performance mecânica e danos aos componentes (lubrificação excessiva acumula poeira e outras partículas abrasivas). Como uma regra geral, a lubrificação excessiva deve ser sempre removida com um pano antes do passeio.

Dica: quando for aplicar lubrificante em várias partes, faça-o de forma ordenada e enxugue os corrimentos na mesma ordem, dando tempo para o óleo ou graxa penetrar nos mecanismos.

 

Equipamentos Básicos Para a Limpeza da Bike 

Alguns itens básicos darão conta do recado:

Panos limpos: tenha vários à mão para lidar com óleo, esfregar e secar das partes.

Escovas: É bom ter algumas, de vários tamanhos e formatos, para se alcançar lugares difíceis e remover a sujeira pesada que necessitar uma escovação mais rigorosa. Escovas de dente velhas são imprescindíveis.

Água: quando usada com cuidado, a água é sua melhor amiga. Só tome cuidado máquinas de lavagem que usem alta pressão, pois tais jatos d’água podem danificar o acabamento e descolar adesivos.

Sabão: detergentes e outros tipos de sabão diluídos em água são o suficiente.

Solvente de graxa: use um solvente especialmente formulado para bicicletas, evite alternativas como gasolina ou querosene. É usado para limpar a corrente e coroas. Evite despejar sabão e solventes nas vias de águas pluviais.

Lubrificante para corrente: a lubrificação correta da corrente ajuda a estender a vida útil das coroas. Use sempre lubrificantes adequados.

Há dois tipos de lubrificantes, seco ou líquido. Lubrificante líquido é mais adequado para uso em condições húmidas pois tende a aderir à bicicleta em condições de chuva ou até mesmo submerso. Por outro lado, também atrai poeira e outros detritos responsáveis pela deterioração de rolamentos e outras peças móveis.

Lubrificante seco é adequado ao uso em ambientes secos. Poeira e partículas sólidas de todos os tipos não irão aderir às peças lubrificadas, porém o próprio lubrificante pode ser removido por chuva, poças e outras fontes de umidade.

Apoio para biclicleta: permite que você tenha as duas mãos livres ao apoiar a biclicleta.

 

O Que e Como Limpar

 A maior parte dos componentes da bicicleta podem ser limpos com um pano úmido ou até seco. Outros componentes já requerem escovação e lubrificação.

Lavar sua bicicleta com uma mangueira de alta pressão pode danificar sistemas de rolamento delicados.

Os passos básicos para limpeza são:

  1. Lavar o Quadro
  2. Limpar e lubrificar a corrente
  3. Limpar e lubrificar os freios (exceto não as pastilhas) e câmbio
  4. Lubrificar os cabos e ativação dos freios e câmbio.

A transmissão merece atenção mais frequente, dado que ajustes e manutenção tem um grande impacto na performance da bicicleta.

Quadro: Use um balde de água morna com um pouco de sabão e uma escova para esfregar a sujeira. Limpe de cima para baixo. Se você usar freio a disco, tente manter a água e sabão longe dos rotores e pastilhas, nessas peças, álcool deve ser usado. Enxague generosamente e seque com panos limpos.

A corrente: a corrente é a peça lubrificada mais exposta da bicicleta. Limpe-a e lubrifique com frequência, para retardar o desgaste.

Para limpar a corrente, caso não esteja muito suja, um pano com solvente basta. Para correntes que estejam muito sujas, Escovação criteriosa com solvente e enxague em solvente diluído serão necessárias.

Depois que o solvente estiver seco, aplique gotas de solvente nos elos da corrente, evitando exageros. Deixe o lubrificante penetrar nos meandros da corrente e remova o excesso com um pano seco.

Lubrificação frequente da corrente é a única maneira prática de evitar a ferrugem.

Ativação dos freios e seletor de marcha: depois de limpar a bicicleta, aplique algumas gotas de lubrificante nas acoplagens mecânicas de ambas peças. Faça algumas ativações de cada mecanismo, para facilitar a penetração do lubrificante e remova o excesso.

Cabos: cheque os cabos com frequência, observando se estão sofrendo corrosão. Lubrifique-os e ative o mecanismo algumas vezes para facilitar a penetração do lubrificante.

Freios e câmbio de marchas: essas peças consistem em vários componentes individuais. Cheque se não há desgaste excessivo, remova a poeira e detritos do mecanismo e aplique lubrificação nas interações entre as peças móveis, ativando o mecanismo algumas vezes para facilitar a distribuição de lubrificante.

Com pouco esforço e disciplina, você manterá sua bicicleta sempre pronta para ação. Use nossas dicas e boa pedalada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *