4 de outubro de 2018 Comentários (0) Artigos & Dicas, Sem categoria

COMO PEDALAR FORTALECE SUA MENTE

Todas as manhãs um neurocientista canadense Brian Christie, PhD, dá ao seu cérebro um impulso extra. Nós não estamos falando sobre tomar vários fortes copos espresso ou jogar um daqueles jogos para treinar sua mente que vemos em anúncios. “Eu subo na minha bicicleta, vou para a academia por 45 minutos e logo em seguida vou ao trabalho”, diz Brian. “Quando eu chego em minha mesa, meu cérebro está no pico de atividade por algumas horas.”

Pedalar, trabalhar e repetir. É um fato cientificamente comprovado que pedalar desencadeia ótimos benefícios para sua mente. Em um recente estudo no “Journal of Clinical and Diagnostic Research”, cientistas descobriram que pessoas conseguiram um ótimo resultado em testes de memória, raciocínio e planeamento depois de 30 minutos pedalando em uma bicicleta e melhores do que eles conseguiram antes da pedalada. Eles também terminaram os testes mais rápidos depois da pedalada.

TREINE SUA MENTE

Exercício é como um fertilizante para sua mente. Todas aquelas horas gastas pedalando fortalecem não só seus músculos, mas também seu cérebro. Mais vasos sanguíneos no seu cérebro e o fortalecimento dos músculos ajudam sua mente a funcionar melhor.

Quando você pedala você também força mais suas células nervosas a dispararem. Todos esses nêutrons entram em ação, eles aumentam a criação de proteínas como “brain-derived neurotrophic factor (BDNF)” ou fator neurotrófico derivado do cérebro. É um composto chamado noggin que promove a formação de novas células no seu cérebro.
O resultado: Você dobra ou triplica a produção de neurónios, literalmente construindo seu cérebro, diz Brian. Você também libera neurotransmissores (os mensageiros entre suas células cerebrais) então todas aquelas células, novas e antigas podem se comunicar mais rapidamente.

Esse tipo de treino é importante, especialmente com o passar do tempo, por causa de nossa idade, nosso cérebro tente a diminuir e essas conexão são enfraquecidas.

Exercitar restaura e protege o órgão, fala Arthur Kramer, PhD, um neurocientista da Universidade de Illinois em Urbana-Champaign.

“Nossa pesquisa descobriu que depois de três meses, pessoas que se exercitaram tiveram o mesmo nível de volume de três anos atrás.”, fala Arthur, se referindo ao um estudo que examinou o cérebro de 59 voluntários sedentários entre 60 e 79 anos que não se exercitavam ou estavam inativos por 6 meses.

“Adultos que se exercitaram regularmente mostram uma boa capacidade de memorização, níveis maiores de concentração, pensamento mais fluido e habilidades para resolver problemas superiores aqueles que são sedentários”, diz Arthur.

ELEVANDO O NÍVEL

Então se exercícios aprimora nossa mente quer dizer que com o tempo seremos “gênios”? Nem tanto, diz Brian. “Mais” nem sempre pode significar “melhor”, especialmente falando em curtos prazos. Os mesmos estudos revelaram que sessões curtas mais muito intensas podem temporariamente comprometer a memória e processamento de informação, algo que Brian pôde ver em primeira mão.

Principalmente se você não se exercita com muita frequência, comece a pedalar pegando mais leve, o recomendado é que você comece com pedalas de 30-60 minutos e depois aumente a frequência.

PENSAMENTO POSITIVO

Claro que há muito mais benefícios mentais quando você faz exercícios do que apenas aprimorar sua inteligência. Muitos livros apresentam a ideia de que uma boa pedalada também podem prover ótimos benefícios emocionais. Pedalar pode elevar seu humor, aliviar da ansiedade e aumentar sua resistência ao stress.

“Exercícios funcionam tão bem quanto psicoterapia e antidepressivos no tratamento de depressão, talvez até melhor”, segundo James Blumenthal, PhD, professor no departamento de psiquiatria e ciências comportamentais na universidade Duke in Durham, North Carolina. Um recente estudo, que tomou por base a analise de 26 anos de pesquisa, encontrou que mesmo pouco exercício como 20-30 minutos por dia pode prevenir depressão em um logo período.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *