1. Eventos

As novidades do Shimano Fest 2016

Festival da bicicleta é confirmado nos dias 22 e 25 de setembro no Jockey Club em São Paulo.

O principal festival da bicicleta da América Latina – Shimano Fest 2016 – vai promover sua sétima edição na história e a segunda vez no Jockey Club em São Paulo (SP), incentivando a qualidade de vida, saúde, estilo de vida, esporte e a liberdade. Neste ano, o evento ganhou mais dois dias e uma área específica para negócios.

Shimano Fest 2016 acontecerá entre 22 e 25 de setembro, com entrada gratuita (doação de alimentos é sugerida) sendo os dois primeiros dias, quinta e sexta, serão exclusivos para a imprensa e profissionais do setor, enquanto o sábado e o domingo (24 e 25) será aberto ao público.

“É um ano complicado para o país, mas apostamos numa nova proposta de unir lazer, mobilidade e negócios. Buscamos continuar crescendo, sempre envolvendo as marcas do nosso setor. Shimano Fest é um festival, sempre com a preocupação de não perder essa característica de testar produtos, assistir competições, entre outras atividades, enfim, promover uma experiência completa aos visitantes,” explica Rogério Tancredi, gerente de marketing da Shimano Latin América.

O evento é considerado o maior festival da América latina, que na edição 2015 reuniu cerca de 15 mil pessoas, quase 50 expositores e 80 marcas presentes.

Novidades

A organização aguarda por 25 mil e mais de 100 marcas do mercado. O eveno foi dividido em seis arenas:

Bike Expo – area de exposição, lançamentos e tendências, um espaço de vendas e área para testes de MTB, Estrada e Bikes urbanas;

Bike Kids – mini bikes, tira rodinhas e atividades para crianças;

Bike Show – parceria com a rádio 89FM com dois shows grandes e área de food trucks;

Bike Competition – competição UCI para os atletas profissionais; corrida de cyclocross, provas para amadores (novidade); criterium road na rua para profissionais e amadores (novidade a definir);

Bike Mobility – espaço para mobilidade, cicloturismo e assuntos relacionados ao transporte sustentável, com exibição de filmes, curtas e atrações com temas ambientais;

Bike Radical – espaço do BMX para apresentações e demonstrações mais extremas, com rampas e outros obstáculos;

Na área de exposição são 42.300 metros quadrados de infraestrutura e apoio para o evento no Jockey Club.

“Queremos trazer marcas fora do mercado da bike para enriquecer o evento, como bancos e outras empresas fortes,” acrescenta Rogério que revelou que neste ano não haverá a Cycle Fair, feira do mercado da bicicleta. “Com isso acreditamos no evento oficial da Shimano, em que ao longo dos anos nunca cobramos das marcas e agora queremos que cada um pague um pedaço da pizza para fazer uma pizza mais gostosa,” descontraiu Tancredi.

#Respeito Pela Bike

Neste ano, o Shimano Fest passa a utilizar o mote #Respeitopelabike. “Vamos trazer o passeio do Pedal das Capivaras para dentro do evento no domingo. Trocamos o mote de #Todospelabike por #Respeitopelabike em virtude do aumento da violência contra o ciclista,” resume Rogério.

Um dos principais objetivos do evento é sensibilizar mais pessoas quanto à segurança dos ciclistas nas ruas e estradas, motivado pela perda trágica do ultraciclista Claudio Clarindo, embaixador da marca, morto no dia 25 de janeiro deste ano enquanto treinava, além de outros casos recentes em todo o País.

“Em 2016, o Shimano Fest vem com a mensagem de paz e respeito nas ruas e estradas. Não queremos ver mais vidas perdidas por falta de cuidado e atenção entre todos as partes envolvidas na engrenagem do trânsito das cidades: motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres. Em homenagem a Claudio Clarindo, verdadeiro herói da bicicleta por tudo que fez pela divulgação do ciclismo e da mobilidade alternativa, a sétima edição do Shimano Fest convida todos a se juntarem a nós por esta causa”, finaliza Rogerio Tancredi.

Como tudo começou

Um ano antes do Shimano Fest ganhar o status de festival, muitos não sabem, mas a origem do evento aconteceu em 2009 com a realização do Shimano Short Track, na Fazenda São Silvano, em Morungaba (SP).

Quando o formato de prova curta de mountain bike cross country (STXC) ainda era pouco difundido no Brasil, na ocasião, a Shimano foi o grande patrocinador do evento, posteriormente, levando este formato dinâmico para um circuito latino-americano de short track.

Em 2010, o conceito de evento ao ar livre ganhou novas atrações, unindo a bike e a pesca. Já batizado de Shimano Fest, o evento inédito aconteceu em Santana de Parnaíba (SP), numa celebração do esporte, reunindo famílias e atletas profissionais.

Crescendo a cada ano, entre 2011 a 2013 o festival foi realizado na Fazenda ASW em Mogi das Cruzes (SP), com destaque a realização de prova de downhill, além do tradicional short track, exposição de produtos, atrações culturais, entre outras atividades.

O sucesso no Brasil foi tamanho que, em 2012, o evento extrapolou as fronteiras e ganhou uma versão na Argentina. Depois, o Shimano Fest passou em 2014 por Sorocaba (SP), fortalecendo a bandeira da mobilidade urbana, até chegar na area nobre da maior cidade do país em 2015.

Para mais informações, acesse: www.shimanofest.com.br

Por Andre T.Piva

People reacted to this story.
Mostrar comentários Esconder comentários
Comments to: As novidades do Shimano Fest 2016
  • 20 de setembro de 2016

    Nunca fui num evento desses e espero me surpeender quando visitar no próximo fim de semana. É incrível parabéns pela iniciativa.

    Resposta
    • 20 de setembro de 2016

      Esperamos Edilson! Tem tudo para ser O EVENTO DO ANO!

      Resposta
Escreva uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *