1. Artigos & Dicas

Richard Carapaz vence a prova de ciclismo e leva o ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio

O equatoriano Richard Carapaz venceu a prova de ciclismo de estrada nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020/1. Depois de vários quilometros percorridos o equatoriano escapou no final da dessa durissíma prova, com clima quente e desgastante.

A medalha olímpica desse jovem de 28 anos é a terceira da história do Equador e apenas a segunda de ouro na história e essa é a primeira participação olímpica de Carapaz.

“Voltando para o meu país, eles vão ficar loucos”, disse ele. “É a segunda medalha de ouro da nossa história. Se não me engano, já se passaram 24 anos desde o último, então é especial. É especial porque é o primeiro neste esporte e acho que é o esporte que as pessoas  mais seguem no meu país. ”

Desde o início de sua carreira, Carapaz incluí repetidamente seu nome aos livros de história. Sua vitória no Giro d’Italia 2019 foi o primeiro Grand Tour do Equador, e ele se tornou o primeiro equatoriano a subir ao pódio final do Tour quando o fez no último domingo. Com a vitória na prova olímpica de estrada, o jovem de 28 anos não só soma mais uma medalhas para seu país, mas também obtém sua primeira vitória em uma prova de um dia.

Como tudo aconteceu

Carapaz começou a corrida olímpica de estrada como um dos favoritos. Mas com uma das menores equipes e um número grande de fortes rivais, ele sabia que tinha que esperar o momento certo.

A prova de estrada masculina aconteceu no primeiro dia das Olimpíadas, com o pelotão percorrendo um percurso duro de 234 km e mais de 5.000m de altimetria acumulada e ainda muito calor e umidade. Foram 130 ciclistas que largaram na região oeste de Tóquio em direção ao Monte Fuji, e de lá para o Fuji International Speedway.

Depois de mais de seis horas no selim, o equatoriano que terminou em terceiro lugar no Tour de France na semana passada conseguiu esse feito olímpico 1:07 à frente de um seleto grupo, entre eles Wout Van Aert (Bélgica) e Tadej Pogačar (Eslovênia) o atual campeão do Tour de France, que dessa vez teve que trocar de lugar no pódio com Carapaz, que ficou em terceito lugar no Tour.

“Eu simplesmente esperei pelo meu momento”, disse ele. “Foi um dia meio louco e uma corrida muito dura. Eu não tinha uma equipe como alguns dos outros – éramos apenas Jonny [Narvaez] e eu – mas tínhamos confiança, ambos temos bastante experiência e corremos muito na Europa.

“A velocidade na subida era muito alta e depois houve muitos ataques. Tive que ser paciente enquanto as seleções estavam sendo feitas e esperar pelo momento certo – isso para mim foi a parte mais complicada. ”

A 5,9 km do final, Carapaz deixou McNulty pra trás e seguiu sozinho, se comprometendo totalmente com a vitória.

O equatoriano chegou sozinho no asfalto liso e largo do autódromo de Fuji, cruzando a linha de braços erguidos para ganhar o ouro,  com mais de um minuto à frente de seus adversários. “Não há comparação”, disse Carapaz após a cerimônia do pódio no Fuji Speedway. “Esta é a melhor coisa que poderia ter acontecido na minha vida.”

“É incrível ver a sua bandeira como a melhor e ter essa medalha. É sensacional. ”

Resultado Final:

1 – CARAPAZ Richard
Ecuador
06:05:26

2 – VAN AERT Wout
Belgium
00:01:07

3 – POGAČAR Tadej
Slovenia
00:01:07

4 – MOLLEMA Bauke
Netherlands
00:01:07

5 – WOODS Michael
Canada
00:01:07

6 – MCNULTY Brandon
United States
00:01:07

7 – GAUDU David
France
00:01:07

8 – URÁN Rigoberto
Colombia
00:01:07

9 – YATES Adam
Great Britain
00:01:07

10 – SCHACHMANN Maximilian
Germany

Comments to: Richard Carapaz vence a prova de ciclismo e leva o ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *